sábado, 27 de janeiro de 2018

Vamos Passarinhar nos Parques do DF - Calendário 2018



A Parceira IBRAM \ OBSERVAVES continua em 2018 reeditando o projeto Vamos Passarinhar no Parques do DF. Visitaremos mais 12 localidades sob o tema aves aquáticas. Dessa forma, foram escolhidos locais que propiciem o registros de espécies de aves que vivem, se alimentam, enfim, que de alguma forma se relacionam com ambientes onde há bastante água (um recurso cada vez mais escasso no DF).

A participação nas saídas é livre. Para os interessados é sugerido solicitar a inscrição (pode ser feita na página principal do blog) no whatsapp do Observaves para acompanhar a programação.

Abaixo o resumo dos locais a serem visitados no calendário 2018.


Calendário Vamos Passarinhar no DF 2018

RPPN Chakra Grisu

Realizamos em 17 de Dezembro de 2017 a última passarinhada do projeto Vamos Passarinhar nos Parques do DF 2017 na RPPN Chakra Grisu.

Com um grupo de aproximadamente 30 passarinheiros, nos dividimos entre as trilhas e áreas verdes da propriedade, que oferecem ao visitante a oportunidade de caminhar por áreas bastante arborizadas onde a flora do cerrado se mistura com uma diversidade de espécies exóticas formando um mosaico muito interessante para que gosta de apreciar a plantas e suas diversas formas.

Essa diversidade também chama atenção dos pássaros, que se fazem presentes por todo o local. A lista das espécies observadas durante a passarinhada pode ser consultada aqui.

Sendo o último encontro oficial de 2017, além da passarinhada promovemos o tradicional varal fotográfico, onde os passarinheiros podem expor e decorar o ambiente com suas belas fotos e ampliações. É um momento de descontração e oportunidade para boas conversas. Aliás, o que não faltou nesse dia foi oportunidade para confraternizar e conversar sobre passarinhos e etc., pois tivemos ainda um delicioso almoço servido pela atenciosa equipe da Chakra Grisu e a belíssima exposição digital da ambientalista e passarinheira Margi Moss com o tema Aves da Africa, onde ela mesma apresentou e comentou diversas fotos de aves feitas durante uma expedição ao Kênia.

Acreditamos que o projeto Vamos Passarinhar nos Parques do DF finalizou seu segundo ano de existência de forma exitosa, promovendo educação ambiental e observação de aves como ferramentas aliadas ao processo de conscientização e preservação e nosso meio ambiente. Para 2018 seguimos em frente com o Vamos Passarinhar nos Parques do DF, com novos locais para visitar e a temática (novidade para esse ano!) de registrar\fotografar aves aquáticas.


Sobre a Chakra Grisu

A RPPN ChakraGrisu possui cerca de 46 mil m2 e dista cerca de 47 km de Brasília. Foi a primeira RPPN institucionalizada em Brasília e a menor do Brasil. Caracterizada pela cobertura vegetal de árvores nativas do cerrado, enriquecida por espécies exóticas e outras provenientes de matas ciliares e de galeria. 

Está inserida no Corredor Biológico da Estação Ecológica de Águas Emendadas, distando 3 km (vicinal 3 de Quintas do Vale Verde) das veredas e nascentes dos Córregos Vereda Grande (Bacia do Tocantins) e Fumal (Bacia do Paraná/Prata) e 6 km (DF- 128) do Centro de Observação da Lagoa Bonita (Mestre D’Armas).

A Reserva Natural ChakraGrisu oferece um espaço multifacetado de convivência, com enfoque nas práticas antiestresse.

Confraternização Observaves 2017 - Chakra Grisu

domingo, 5 de novembro de 2017

Parque Distrital Salto do Tororó

O Parque Distrital Salto do Tororó está localizado na região administrativa de Santa Maria, entre as rodovias DF-001 e DF-140. Dista aproximadamente 25km do centro (rodoviária) de Brasília. Foi instituído em 30 de Abril de 2015, sendo o primeiro parque de proteção integral em Brasília. Possui um cachoeira belíssima e por isso é muito visitado praticantes de ecoturismo e turismo de aventura. Estão entre os objetivos do parque a preservação da natureza, educação ambiental, pesquisa científica e práticas de esportes e de turismo ecológico. Apesar de estar formalizado, o parque ainda não possui infra-estrutura\serviços para os visitantes.

Fonte: https://www.agenciabrasilia.df.gov.br/2015/05/18/parque-distrital-salto-do-tororo-sera-o-primeiro-de-protecao-integral-em-brasilia/.

Foi a primeira visita do grupo Observaves ao local, seguindo o calendário Vamos Passarinhar nos Parques do DF. A abundância da avifauna local impressionou. O dia amanheceu com tempo agradável - umidade voltando aos níveis desejados após as primeiras chuvas - céu bastante nublado com possibilidade de chuva a qualquer momento.  A trilha que leva à cachoeira passa por algumas fito-fisionomias de cerrado, como cerrado strictu-sensu, cerradão e mata ciliar. A vista do vale é belíssima e possui uma vegetação bem preservada.

A visita contou com 18 participantes e durou aproximadamente 4h. Nesse período, foram registradas 65 espécies de aves. Além do bom número de espécies registradas em um curto período de tempo, fica a certeza de que muitas, muitas outras espécies relevantes ainda serão registradas no parque. Um fato que valida essa afirmação foi o registro visual, durante a passarinhada, de uma patativa-tropeira, espécie que foi recentemente separada (considerada distinta) de outra espécie de patativa, já estando classificada como uma espécie vulnerável.

pirira-da-taoca - Simone Caldas 


Andorinha-serradora - Carlos Alberto

Beija-flor-tesoura-verde - Carlos Alberto


Soldadinho - Carlos Alberto

Peitica - Guilherme Carrano


Saira-amarela - Guilherme Carrano

Peitica-de-chapeu-preto - Guilherme Carrano



Postagens populares